Freaks - Monstros - Tod Browning - 1932



Cleopatra é uma bela trapezista que seduz Hans - um anão que trabalha no mesmo circo. Mas o verdadeiro interesse de Cleopatra é o dinheiro que Hans vai receber. A mulher está tendo um caso com outro artista do circo, o musculoso Hércules. A noiva de Hans, uma simpática anã, tenta convencê-lo de que ele está sendo usado, mas não tem sucesso. Os outros artistas do circo descobrem o que está acontecendo e resolvem ajudar o pobre Hans.

Com essa história simples o filme seria somente mais um filme mas Tod Browning assumiu a direção. O que seria só mais um filme vira um cult que antes mesmo do lançamento já gerava polêmica e acabou sendo, por décadas, perseguido e proibido. Para quem não se lembra Tod Browning dirigiu Bela Lugosi em Dracula de 1931. Essa versão de Dracula foi a responsável pela fixação da imagem do vampiro no imaginário de quem gosta de filmes de terror.


Os problemas começaram já durante as filmagens de Freaks, entre outubro e dezembro de 1931. Atores e pessoal da equipe técnica da MGM "sentiam-se mal" na presença do elenco de Freaks. Diz a lenda que o escritor F. Scott Fitzgerald chegou a correr para o banheiro para vomitar quando as irmãs siamesas Hilton sentaram-se perto dele. A coisa tomou tais proporções que a direção do estúdio determinou aos "deformados" que fizessem suas refeições do lado de fora do refeitório.


A estréia foi em Los Angeles no dia 20 de fevereiro de 1932 e logo começaram fortes reações negativas. A platéia da época ficou chocada ao ver o elenco, mas curiosamente quase todos os atores trabalhavam em circos onde as pessoas pagavam justamente para ver suas deformidades. Muitos estados americanos vetaram sua exibição. No Reino Unido a obra foi proibida por mais de três décadas. Grupos religiosos pediram a cabeça do diretor e o estúdio acabou cedendo. A partir desse momento a carreira de Tod Browning entrou em declínio. Dirigiu mais 4 filmes (1939 Miracles for Sale / 1936 A Boneca do Demônio (sem crédito) / 1935 A Marca do Vampiro / 1933 Fast Workers (sem crédito) e caiu no ostracismo até praticamente sua morte em 6 de outubro de 1962.

Após o lançamento, na tentativa de melhorar a receptividade por parte do público a obra foi modificada tendo várias partes suprimidas, inclusive diálogos que mostravam de forma contundente as pessoas "normais" repugnantes e os "Freaks" gentis. Sem tais diálogos - segundo o diretor - a crítica perdeu força. Nada adiantou a modificação e pior, várias destas partes desapareceram. Não chega a comprometer a obra mas é uma grande perda para o cinema, especialmente pelo fato de em 1994 a obra ter sido incluída no Registro Nacional de Cinema dos Estados Unidos por ser cultural, historica e esteticamente significativo.

A partir de 1960 Freaks foi redescoberto pelos amantes do cinema e rapidamente transformou-se em "cult", isso trouxe de volta o interesse pela obra que passou a ser exibido em sessões de cinema à meia-noite em várias partes do mundo.

Siga o link para assistir Freaks on line: Freaks.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...